Primeira cirurgia cardíaca realizada com sucesso em Lages


Antônio Carlos Alves, 51 anos, tem de volta o ritmo normal dos seus batimentos cardíacos. Internado na UTI do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres (HNSP), ele sorri tímido para o CL e tem um curativo grande no peito. Lúcido, consegue até conversar e estava sentado porque logo faria uma refeição. Se sente aliviado e pronto para recomeçar sua vida.

Apesar de jovem, precisava com urgência de uma cirurgia que não é feita em Lages ou melhor, não era realizada, até ele ser escolhido para ser o primeiro paciente a passar por cirurgia de uma troca de válvula aórtica. O procedimento foi feito no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, com uma equipe chefiada pelo doutor Djalma Luiz Faraco, especialista da área, que veio de Joinville exclusivamente para realizar a cirurgia.

O método, inovador no hospital, foi possível porque foi montada uma equipe especializada, disposta uma estrutura de centro cirúrgico e UTI pós-operatório, além de seguir métodos de diagnóstico. “Minha equipe ficou muito tempo fazendo o check-list para que tudo ocorresse conforme o planejado”, avalia Faraco.

Há a necessidade de continuar oferecendo esse tipo e qualquer outra cirurgia cardíaca em Lages, para atender a demanda da cidade e da Serra Catarinense, que atualmente precisa ir para outros municípios do Estado, sempre que necessita de procedimentos nesta área.

A intenção do médico é dispor de cirurgia de troca de válvula aórtica sempre e não somente em casos isolados, como este realizado com Alves. A instalação deste serviço credenciaria o hospital, em referência em cardiologia, já que por meio da Cardiolages, já se realizam mensalmente 90 procedimentos, como angioplastia, cateterismo, entre outros tipos de cirurgias, feitos em pacientes da região.

Para a cirurgia de troca de válvula aórtica ser feita, o Nossa Senhora dos Prazeres adquiriu muitos equipamentos, mas alguns estão em fase de comodato e para serem mantidos na unidade vai depender de recursos governamentais. “Sei que todos os níveis de governo são favoráveis a essa referência e mostramos nossa capacidade e vontade para esse tipo de cirurgia”, salienta Faraco.

Na próxima semana, a deputada federal Carmen Zanotto irá protocolar pedido junto ao Ministério da Saúde, para credenciar o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres como referência em Cardiologia.
“Essa é uma iniciativa coletiva entre a Secretaria Municipal de Saúde de Lages, Secretaria de Estado e Saúde e eu, que há anos defendo esse credenciamento,” explica a deputada, informando que o projeto tem o apoio do prefeito de Lages, Antonio Ceron e do governador Raimundo Colombo.

Na segunda-feira, Carmen deve apresentar a proposta no Fórum Parlamentar Catarinense. O objetivo é que todos os deputados federais e senadores de Santa Catarina apoiem a iniciativa.
O credenciamento será solicitado ao Nossa Senhora dos Prazeres, mas com a conclusão do Hospital Tereza Ramos, caso haja interesse, o serviço pode ser transferido.

>Benefício_ Além de facilitar o atendimento à população, o credenciamento garante recursos do Sistema Único de Saúde para os procedimentos. Atualmente o Governo do Estado é quem banca os custos desse tipo de procedimento.

>Prazo_ Segundo Carmen Zanotto, o processo geralmente é longo. Outros já foram encaminhados em Santa Catarina, a exemplo de Rio Sul que já implantou a estrutura necessária para se tornar referência também em oncologia. O objetivo é diversificar os atendimentos nas regiões, evitando que os pacientes percorram grandes distâncias em busca do atendimento.

 

Fonte: Correio Lageano. Disponível em: <clmais.com.br/noticias/hospital-quer-ser-referencia-em-cardiologia/> Acessado em: Dezembro de 2017.


Copyright © 2012 Todos os direitos reservados para Incorlages
Green TI